Publicado em Conto

Conto: Lost In NY

 

 

IMG_0071free-773x515

Capítulo I- Início

Eram 5:30 quando escutei aquele barulho do despertador, não conseguia ficar em pé depois daquele dia, o barulho daquela festa não saia da minha cabeça, isso me lembra o porque de eu não gostar de sair de casa. Hoje era um dia especial, não especial mas muito aguardado, finalmente era o meu adeus ao Ensino Fundamental. Com muita calma e paciência arrumei a minha cama, deixei o uniforme em cima da mesa junto com minha mochila, deixei minha bota perto da porta, fui para o banheiro e deixei aquela água quente escorrer. Terminado fui escovar os dentes e fiz meus cuidados diários. Vesti o uniforme, peguei minha mochila e coloquei dentro um livro francês que o meu professor tinha indicado.
Desci correndo as escadas para tomar café, eu não gostava de comer muito de manhã, o máximo era um chocolate quente com muita chantilly e fui para a escola. Eu morava perto da minha escola e todos os dias eu entrava em um jardim muito bonito ao lado de um casarão. Tirei os meus fones de ouvido assim quando entrei na escola e fui direto para minha sala, lá encontrei uma das minhas amigas, ela estava conversando com uma garota que não ia com a minha cara e nem eu com a dela. Fiz um gesto pra Ana de que precisava falar com ela.
– Oi Henri -Falou Ana-, como você está? Ontem tentei te ligar várias vezes, o que aconteceu?
– Eu to bem, e você? Ontem meu celular ficou o dia todo descarregado, fiquei muito cansado depois daquela festa que resolvi dormir.
– Ah! E por que você saiu tão cedo? A festa estava muito maneira.
-Eu não me senti muito bem, fiquei com dor de cabeça e fui embora com o Felipe.
– Você ficou sabendo?
– Sabendo exatamente do que?
– Aconteceu o maior babado do ano, parece que o Felipe terminou com a Bárbara porque ele pegou ela beijando o Bruno dentro do banheiro da festa.
– Que pena, mas o que EU tenho a ver com isso? Não sei como ele ficou tanto tempo namorando aquela va*******, nunca fui com a cara dela.
– E você acha que eu tenho chance com ele?
– Mas você é uma p***, eu diria pra você esperar a poeira baixar um pouco e depois pensar SE você quer ficar, namorar ou não sei o que mais com ele.
O professor de ciências entrou na sala com uma cara seria que deu medo na Ana, não em mim, já estava acostumado ver aquela cara todos os dias naquela escola.
Ele falou quem tinha passado de ano e umas 7 pessoas ficaram de recuperação, mas isso não me impressionou muito, o que mais me impressionou foi a Bárbara com a sua grande “””amiga”””, isso mesmo com muitas” ” chorando porque passaram de ano, eu pensei:(Nossa que retardada, eu ia chorar se tivesse bombado de ano, deveria estar sorrindo). Pois é a vida te traz cada surpresa, uma pior que a outra.
Passei de ano, como eu já tinha imaginado, não fiquei alegre nem triste, normal pra falar a verdade. E quão mal-educado eu sou, esqueci de me apresentar, bom, meu nome é Henrique, tenho 16 anos, olhos castanhos, tamanho médio para minha idade, sou magro, e uma das coisas que mais odeio é quando uma pessoa fala que pareço um fantasma, pelo simples fato de gostar de andar sempre na sombra, não gostar de tomar sol e porque eu sou branco e gosto muito do frio.
E nessa pequena história vou resumir para vocês um pouco da minha vida até o dia em que tudo mudou na minha vida e na vida de duas amigas.

E gente, esse mês eu vou continuar essa história, que tem 10 capítulos, e eu peço que vocês dêem sugestões para os próximos capítulos. XOXO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s